Por Carlos Giordano Jr.

Divirta-se com Artigos, Crônicas, Poesias e Poemas, Gastronomia e Administração.
Direitos autorais reservados

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

No bar com o presidente

Por Carlos Giordano Jr.

- Lula, o povo quer emprego!

- Mas, companheiro, para conseguir emprego, é preciso se capacitar. Afinal, as empresas ao contratarem, têm que receber aquilo que o funcionário tem para oferecer. Se eles não se instruem, nunca poderão crescer profissionalmente.

- Certo presidente. Sempre sonhei ouvir isso do Senhor.

- E digo mais companheiro... Vou parar com essas viagens absurdas que andei fazendo, e vou me dedicar à causa operária.. Afinal eu prometi os 10 milhões de empregos, né?

- Ô Lula, a PUC demitiu mais de 450 nesses últimos dias.

- No fundo, a culpa é minha. Eu devia ter investido na educação do povo brasileiro.

- Mas Lula, onde você estava?

- Eu viajei uns dias... Só que no fundo gostaria de ter investido uma boa parte do orçamento no ensino público. Dando educação, o brasileiro se capacita a trabalhar, e trabalhando ele progride levando o país pra frente.

- Isso é muito bom presidente. Ê Zé dá mais uma aí!!!

- Pois é, um sujeito me avisou que o brasileiro que recebe educação, pode cuidar de sua própria vida, não dependendo do governo para quase nada e o melhor de tudo é que ele, constrói sua própria casa, cuida da sua família com boa alimentação, e buscando um melhor padrão de vida, acaba melhorando seu poder de compra.

- E daí, presidente?

- O brasileiro que consome nossos produtos, faz girar a economia e por conta disso gera mais arrecadação de impostos. Entendeu?

- Ô Lula, no fundo todo mundo sabe disso.

- Com essa arrecadação, posso investir mais em pesquisas, educação e cultura para meu povo.

- E, o Senhor acha que isso colocaria o Brasil numa condição melhor?

- Tenho certeza, companheiro.

- Porque o Senhor não começa então?

- Começar o que mesmo?

- Primeiro, pra aproveitar o momento, o Senhor poderia intervir na PUC, declarando que aquela instituição passará a ser regida pelos interesses do povo brasileiro. Dizendo não aos interesses dos banqueiros que exploram cada vez mais a nossa própria ignorância. Bota os professores de volta para trabalhar. Depois, Lula, o senhor bota lá um monte de gente que está desesperada para estudar e não pode pagar. E te conto, não podem pagar, pois seus pais, por não terem tido oportunidade também de estudar, não conseguem um bom emprego para sustentar com dignidade suas famílias, dando estudo para os filhos serem alguém na vida.

- Zé, passa a régua. Tenho que falar com o ministro da educação.

- Tchau Lula, deixa que eu pago essa. Aproveita essa onda e estuda um pouco também, daí o senhor vai ver como melhorar a vida de muita gente.

Espero não ter sonhado isso...

Só com educação teremos dignidade.

Nenhum comentário: