Por Carlos Giordano Jr.

Divirta-se com Artigos, Crônicas, Poesias e Poemas, Gastronomia e Administração.
Direitos autorais reservados

domingo, 18 de dezembro de 2011

Cultura e Reputação empresarial

A Cultura de uma empresa é normalmente proveniente do acúmulo dos conhecimentos e valores adquiridos ou experimentados por seus colaboradores.

Geralmente a cultura é o espelho das atitudes da Direção da Empresa e deve ser divulgada para todos os níveis da corporação indistintamente através da comunicação escrita, falada e principalmente vivida.

A governança corporativa, a clareza de propósitos, a meritocracia, a gestão do ambiente, os processos e suas eficiências, a liderança gerencial, a gestão do aprendizado, atenção ao cliente, são apenas parte dessa cultura crucial para o sucesso e perenidade da empresa.

A reputação, é um dos elementos que tem ganhado destaque e se tornado característica diferenciadora nas organizações que precisam ser vistas e reconhecidas pelos seus públicos de relacionamento, por meio de suas práticas institucionais. Quando positiva, permite distinguir a qualidade dos produtos e serviços, garante contratos firmados, legitima o comportamento das organizações, diminui a sua vulnerabilidade, atrai os maiores talentos, assegura mais do que a honestidade da conduta organizacional, demonstra o respeito pelos interesses dos públicos de relacionamento.

A reputação exige das empresas a exteriorização de seus valores, o respeito pela sociedade, pelo meio ambiente e por todos os públicos com quem se relaciona, demonstração essa, que acontece por meio da comunicação adequada a linguagem e os canais, preocupando-se com a retroalimentação de todos os públicos envolvidos nos processos de comunicação.

A reputação inicia-se com a identidade organizacional, e a partir dela há a construção da imagem junto aos diversos públicos de relacionamento (funcionários, clientes, fornecedores, comunidades do entorno, governos, imprensa, ONGs etc.). Fica mais que evidente, então, a relação existente entre: IMAGEM, IDENTIDADE E REPUTAÇÃO.

O processo de construção de reputação nasce, necessariamente, da concepção de um plano estratégico de comunicação de marca corporativa, pois um dos pressupostos principais do processo é sua continuidade no tempo.

Reputação não é algo que se conquiste por um episódio, uma atitude isolada e sim pela trajetória, pelo conjunto da obra.

A postura, o caráter, a retidão, a imparcialidade e a conduta ética/moral são raízes de uma árvore cultural que não pode deixar de existir, e para isso devemos divulgá-la incansavelmente para podermos, um dia, de sua sombra e de seus frutos desfrutar.

Nenhum comentário: