Por Carlos Giordano Jr.

Divirta-se com Artigos, Crônicas, Poesias e Poemas, Gastronomia e Administração.
Direitos autorais reservados

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Quaresma - Tempo de reflexão

Por Carlos Giordano Jr

A quaresma é o tempo da reflexão e conversão.
A Igreja Católica orienta a nos preparamos para a grande festa da Páscoa, onde celebramos a ressurreição do Cristo vivo. É tempo de reflexão, arrependimento por nossos pecados e de mudanças ou pelo menos de planos de mudança para que sejamos melhores e possamos viver melhor ao lado do Pai.

A Quaresma dura 40 dias: começa na Quarta-feira de Cinzas e termina na Quinta-Feira Santa. Nesses dias, normalmente alguns deixam de beber bebidas alcoólicas como símbolo de penitência e arrependimento. Outros deixam de comer doces ou fazer coisas que lhes apetece normalmente. Seria profícuo, estabelecer um tempo que seja necessário a projetar bons planos de vida onde o amor seja o alicerce. Para isso, o momento oportuno é encontrado depois da festa pagã do carnaval, onde se afloram os desejos carnais e materiais, deixando de lado a magnitude do Plano Divino de felicidade deixado por Cristo. Nesse plano o pecado não deve existir para não perdermos a amizade com Ele, para não nos afastarmos de Sua Graça, desgarrando do caminho da felicidade.

Na Quaresma, a cor roxa significa luto e penitência. Mas, na época de criança, ficávamos assustados, pois nos diziam que os santos eram cobertos com manto roxo para ficarem protegidos dos demônios que estavam à solta. Agora sabemos que a Quaresma é apenas mais um momento na vida para reflexão, penitência para purificação, conversão espiritual e preparação para a Páscoa.
Cristo sempre, durante toda nossa vida, nos convida a viver seu plano de amor. Vivenciando as verdadeiras atitudes cristãs, estaremos indo de encontro à Sua Vontade. Em contrapartida recebemos seu Eterno Amor, experimentando a paz e a felicidade.

E o que fazer? Se não conheço bem esse Plano?
A cada dia, dispa-se não de suas roupas, mas de seu ódio, de seu rancor, da inveja e dos excessos de vaidades. Deixe de querer a matéria. Deixe de querer satisfazer-se com a realização de seus desejos materiais, pois essa satisfação está durando cada vez menos tempo. E já sabemos que nos tornamos cada vez mais insatisfeitos buscando mais e mais coisas para comprar ou para fazer.

A cada dia, dispa-se não só de seu orgulho, mas de toda a arrogância advinda daquilo que encontra sempre ao olhar para o espelho. Deixe seu espelho e se lance no olhar do Cristo. Encontre-se Nele, pois Ele nunca irá deixar de acompanhar seus passos. Ele é o caminho.
Tentemos nesses dias de Quaresma, aceitar nossa própria cruz com alegria e deixando as reclamações e insatisfações de lado. Despindo-nos de nossas fraquezas, encontraremos a força necessária para nossas pretensas realizações.
Aproveite que "A Graça" é de graça.

2 comentários:

Wanderley Pereira disse...

Lindo texto que mostra a sensibilidade do autor - afinal, olhar as águas do rio Piracicaba e lembrar os caminhos corretos é uma dádiva de Deus.

Carlos Giordano Jr disse...

Querido amigo Wanderley,
Espero que estejas bem e feliz. Sua visita à Piracicaba está pendente ainda. Não se esqueça que tem amigos por aqui lhe aguardando.
Um grande abraço.