Por Carlos Giordano Jr.

Divirta-se com Artigos, Crônicas, Poesias e Poemas, Gastronomia e Administração.
Direitos autorais reservados

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Dolce far niente

Hoje acordei bem cedo
Para dar tempo de fazer nada

Se eu pudesse, andaria numa perna só
Enquanto a outra ficaria descansando
Olharia o mundo com um olho só
E pouparia o outro de ver tanta maldade

Metade de mim ficaria na cama
Enquanto a outra iria se exercitar
Poderia fazer comidas deliciosas
Sem as panelas precisar lavar

Sairia passear de bicicleta
Mas, só na garupa e na descida, 
Para nem pedal precisar usar
E na volta, nem voltaria mais

E é isso que hoje vou fazer
Vou viajar para um mundo melhor
Nem dinheiro precisarei levar
Me encontrarei com Deus

Vou visitar o amor 
Lá, bem dentro do coração 

Nenhum comentário: